Minhas artes

Link-me


Outras atividades

Outras atividades
Ideias, Projetos e Atividades sobre IDENTIDADE

Translate

11

Minhas artes

Estas são algumas das minhas artes.
E.V.A é meu hobby, nos momentos de lazer acabo criando uma coisinha ou outra, seja para utilizar na sala de aula ou para presentear alguém querido.
Este material é prático, bonito e facílimo de manusear.
Este blog e suas artes possuem o patrocínio do E.V.A SELLER.
MEUS PAINÉIS PARA A SALA DE AULA
da esquerda para direita, em cima: Calendário, material de contagem, flanelógrafo;
em baixo:chamadinha leão com foto; hoje tem... e girafa minha altura é...
MINHAS PONTEIRINHAS DE LÁPIS E
ENFEITES DE VASO DE FLORES

MURAIS PLANOS

ENFEITES DE PORTA COM DISCO DE VINIL

COISINHAS PARA A SALA

Em cima: porta papel higiênico de garrafa PET

em baixo: Caixa de dedoches para a hora do conto

BONECOS E BONECAS DE E.V.A

Leia mais...
5

Folclore e companhia


Projeto Coisas da nossa terra
Folclore Brasileiro


Justificativa:
Folclore [do inglês folk-lore] – Conhecimento do povo, saber popular; tradições e crenças expressas em provérbios, contos, canções, lendas e costumes. O folclore é portanto, uma manifestação humana, que se propaga ao longo do tempo, sendo passado de geração a geração, através da cultura popular. Sendo assim, é um tema rico em oportunidades de aprendizado.
Objetivos:
• Desenvolver o processo de leitura e escrita através de atividades contextualizadas;
• Desenvolver a expressão artística e corporal;
• Vivenciar as lendas através de hora do conto e dramatização;
• Reconhecer os ditados populares, lendas, cantigas, adivinhas e trava-línguas;
• Valorizar brinquedos folclóricos através da confecção e manuseio dos mesmos;
• Vivenciar o folclore através de jogos e brincadeiras folclóricas;

Sugestões de atividades:
Hora do conto com lendas;
Dramatizações;
Rodas cantadas;
Pesquisa e confecção de brinquedos folclóricos;
Exposição e manuseio de brinquedos folclóricos;
Dobraduras com lendas folclóricas;
Recitar trava-língua e parlendas;


ATIVIDADES ARTÍSTICAS
Nada como fazer "arte". A diversão é garantida e o aprendizado também.









ATIVIDADES GRÁFICAS
Algumas atividades divertidas e que auxiliam na alfabetização, para trabalhar nesta data.
Antes de trabalhar cada uma, conte uma história, fale sobre a lenda, cante uma música, recitem juntos uma parlenda ou um trava-língua.
Divirtam-se!!!



BRINQUEDOS FOLCLÓRICOS
Fáceis de fazer, fascinantes na hora de usar, são sucesso nesta data.
Com material reciclável, é possível fazer peteca, pés de lata, tiro ao alvo, boliche e telefone de barbante.



Leia mais...
1

VACINAÇÃO INFANTIL



Não conseguiu vacinar seu filho? A vacina contra a paralisia infantil ainda está disponível em toda a rede pública do país. Vá ao posto de saúde mais próximo e imunize todas as crianças menores de cinco anos. A poliomielite é uma doença grave e não existe no Brasil desde 1989.
Vamos ajudar a mantê-la longe das nossas casas!

Paralisia Infantil-A poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil, é uma doença infecto-contagiosa causada por vírus. Apresenta sintomas como: instalação súbita da deficiência motora, acompanhada de febre; assimetria, comprometendo a musculatura dos membros e flacidez muscular; diminuição ou abolição de reflexos de alguns membros, geralmente os inferiores. Não existe tratamento específico para a poliomelite. A vacina é considerada a única medida eficiente de combate à doença.


fonte desta informação: Ministério da Saúde e
http://nildofreitas.com/v1/news/4715.html

PROFESSORA,
Avise os pais e oriente as famílias,divulgue esta campanha na sua escola, as crianças que não receberam a vacina, devem ir até o posto mais próximo e solicitar a imunização.
Não dói nada, é de graça e vale uma vida. Incentive esta ideia!!
Leia mais...
1

Semana Farroupilha - O gaúcho

O chimarrão, junto ao churrasco e o carreteiro fazem parte da culinária gaúcha, o chimarrão é quase uma arte, tanto no preparo, como para beber. Para degustá-lo, é preciso passar pela escolha da erva, pela técnica do preparo e pelas regras de degustação.
Um símbolo do RS a cuia, a bomba e a erva, fazem do chimarrão uma bebida tradicional desta cultura riquíssima.
Tem até música que canta nosso chimarrão e lenda que conta sua hiostória.

A LENDA DO CHIMARRÃO
Conta a lenda da Erva–Mate que um velho guerreiro guarani vivia triste em sua cabana pois já não podia mais sair para as guerras, nem mesmo para caçar e pescar, vivendo só com sua linda filha yari, que o tratava com muito carinho, conservando-se solteira para melhor dedicar-se ao pai.

Um dia, Yari e seu pai receberam a visita de um viajante que pernoitou na cabana recebendo seus melhores tratos. A jovem cantou para que o visitante adormecesse e tivesse um sono tranqüilo, entoando um canto suave e triste.

Ao amanhecer, o viajante confessando ser enviado de Tupã, quis retribuir-lhes a hospitalidade dizendo que atenderia a qualquer desejo, mesmo o mais remoto. O velho guerreiro, sabendo que sua jovem filha não se casara para não abandoná-lo, pediu que lhe fosse devolvidas as forças, para que yari se tornasse livre.

O mensageiro de Tupã entregou ao velho um galho de árvore de Caá, ensinando-lhe a preparar uma infusão que lhe devolveria todo o vigor. Transformou ainda Yari, em deusa dos ervais e protetora da raça Guarani, sendo chamada de Caá-Yari, a deusa da erva-mate. E assim, a erva foi usada por todos os guerreiros da tribo, tornando-os mais fortes e valentes.

Quando os espanhóis por aqui chegaram, encontraram os índios guaranis dóceis e receptivos, já então utilizando uma bebida que sorviam em cabaças por meio de um canudo, preparada, com folhas de uma árvore nativa da região – chamada cáa – dizendo que esta lhes havia sido dada pelo deus Tupã. De imediato os espanhóis adquiriram este hábito e passaram a tomar o chimarrão, desde os soldados até oficiais, sem distinção de classes sociais.

O chimarrão, tradicional e salutar hábito do Rio Grande do Sul, é um símbolo da hospitalidade do gaúcho, que oferece sempre a qualquer visitante. Atualmente, é bebido em uma cuia onde depositamos um pouco de erva-mate já moída e de onde sorvemos o líquido (água quente sem ferver), através de uma bomba de metal.

O costume de tomar chimarrão está bastante difundido, tanto no meio rural como no urbano e faz parte da vida do gaúcho desde o amanhecer até a noite, quando encerra suas tarefas do dia.


fonte: http://www.chimarrao.com/lenda_do_chimarrao.html

PREPARO DO CHIMARRÃO

Fonte da imagem: www.chimarrao.com/img/chimarrao.gif

Imagens para colorir


MÚSICA:

Doce Amargo do Amor

Os Mirins

Me dê um chimarrão de erva boa
Que o doce desse amargo me faz bem
O amargo representa uma saudade
E o doce o coração que ela não tem

Cevei meu mate no romper da aurora
Chamei a china prá matear comigo
Nem desconfiava que ela fora embora
E esta saudade hoje é meu castigo

No fim da tarde nada me consola
Tomo um amargo disfarçando a dor
Largo o porongo e pego na viola
Canto saudade pro meu grande amor

Fonte:http://letras.terra.com.br/os-mirins/356937/
Para baixá-la visite o 4 shared: http://www.4shared.com/audio/CVozYNb7/Leonardo_-_Doce_Amargo_do_Amor.htm
Leia mais...
4

SEMANA FARROUPILHA

Quem mora aqui no Sul, tem uma importante data para começar a pensar. Ainda falta um tempinho, mas vou começar a disponibilizar projetos e dicas para esta comemoração tão importante dos gaúchos, a SEMANA FARROUPILHA.














Projeto Semana Farroupilha

Justificativa:
A semana farroupilha, é uma data muito comemorada no Rio Grande do Sul, que tem como objetivo, ressaltar a tradição gaúcha, valorizando nosso povo, nossos hábitos e costumes.
Objetivos:
Conhecer a vestimenta típica do gaúcho;
Identificar ritmo e musicas do Sul;
Perceber a cultura como chimarrão, danças e lendas;
Valorizar nossos costumes e tradições;

Sugestões de atividades:
Danças;
Lendas;
Músicas e poesias típicas.
Trabalhe as cores da Bandeira (Verde, amarelo e Vermelho);
Cantinho do gaúcho, pela aos alunos que pesquisem utensílios típicos da cultura e indumentária gaúcha;
Culinária Típica;( arroz de carreteiro, arroz com lingüiça, banana a milanesa, sagu de uva e churrasco);
Roda de chimarrão;
Solicitar que venham vestidos com a roupa tradicional.
Cantar o hino Rio Grandense;
Brinquedos Tradicionais;
Visita ao CTG;
Cavalo do gaúcho com sucata;
Fantoche da prenda e do gaúcho;
Faça colagens com erva-mate, em saquinhos de pipoca, depois encha com a erva e a criança leva pra casa, para fazer um chimarrão com a família;
Confeccione lenços pequenos de TNT vermelho, para adornar o pescoço das crianças;


FONTES:

http://www.sougaucho.com.br/
www.semanafarroupilha.com.br/
http://www.vivernocampo.com.br/
Leia mais...
3

FELIZ DIA DOS PAIS


Pai de verdade mesmo, sabe que ser pai não é simplesmente recolher o fruto de um momento de prazer, mas sim perceber o quanto pode ainda estar verde e ajudá-lo a amadurecer...

Para todos os pais, verdadeiros ou postiços, por opção ou pelo destino, um ótimo domingo!!
Leia mais...