Minhas artes

Link-me


Outras atividades

Outras atividades
Ideias, Projetos e Atividades sobre IDENTIDADE

Translate

23

Projeto de alfabetização - NOMES PRÓPRIOS


Conteúdo

Leitura e escrita de nomes próprios
Ano

Educação Infantil, 1º e 2ª séries
Tempo estimado

Um mês
Introdução

Por que trabalhar com os nomes próprios? As crianças que estão se alfabetizando podem e devem aprender muitas coisas a partir de um trabalho intencional com os nomes próprios da classe.
Objetivos

Estas atividades permitem aos alunos as seguintes aprendizagens:

· Diferenciar letras e desenhos;

· Diferenciar letras e números;

· Diferenciar letras, umas das outras;

· A quantidade de letras usadas para escrever cada nome;

· Função da escrita dos nomes: para marcar trabalhos, identificar materiais, registrar a presença na sala de aula (função de memória da escrita) etc;

· Orientação da escrita: da esquerda para a direita;

· Que se escreve para resolver alguns problemas práticos;

· O nome das letras;

· Um amplo repertório de letras (a diversidade e a quantidade de nomes numa mesma sala);

· Habilidades grafo-motoras;

· Uma fonte de consulta para escrever outras palavras.
O nome próprio tem uma característica: é fixo, sempre igual.

Uma vez aprendido, mesmo o aluno com hipóteses não alfabéticas sobre a escrita não escreve seu próprio nome segundo suas suposições, mas, sim, respeitando as restrições do modelo apresentado. As atividades com os nomes próprios devem ser seqüenciadas para que possibilitem as aprendizagens mencionadas acima.

Uma proposta significativa de alfabetização, aquela que visa formar leitores e escritores, e não mero decifradores do sistema, não pode pensar em atividades para nível 1, nível 2, nível 3...
É preciso considerar:

· Os conhecimentos prévios dos alunos.

· O grau de habilidade no uso do sistema alfabético. · As características concretas do grupo.

· As diferenças individuais.
Seqüência de atividades

1. Selecione situações em que se faz necessário escrever e ler nomes.

Alguns exemplos: Escrever o nome de colegas para identificar papéis, cadernos, desenhos (pedir que os alunos distribuam tentando ler os nomes). Lista de chamada da classe. Ler cartões com nomes para saber em que lugar cada um deve sentar; para saber, quem são os ajudantes do dia, etc.

2. Peça a leitura e interpretação de nomes escritos.

3. Prepare oralmente a escrita: discuta com as crianças, se necessário, qual o nome a ser escrito dependendo da situação. Se for para identificar material do aluno, use etiquetas; para lista de chamada use papel sulfite ou papel craft.

4. Seja bem claro nas recomendações: explicite o que deverá ser escrito, onde fazê-lo e como, que tipo de letra usar, etc

5. Peça a escrita dos nomes: com e sem modelo. Objetivos
Ao final das atividades, o aluno deve:

Reconhecer as situações onde faz sentido utilizar nomes próprios: para etiquetar materiais, identificar pertences, registrar a presença em sala de aula (chamada), organizar listas de trabalho e brincadeiras, etc.

Identificar a escrita do próprio nome.

Escrever com e sem modelo o próprio nome.

Ampliar o repertório de conhecimento de letras. Interpretar as escritas dos nomes dos colegas da turma.

Utilizar o conhecimento sobre o próprio nome e o alheio para resolver outros problemas de escrita, tais como: quantas letras usar, quais letras, ordem da letras etc e interpretação de escritas.
Recursos didáticos

· Folhas de papel sulfite com os nomes das crianças da classe impressos

· Etiquetas de cartolina de 10cm x 6cm (para os crachás)

· Folhas de papel craft, cartolina ou sulfite A3
Organização da sala

Cada tipo de atividade exige uma determinada organização:

Atividades de identificação das situações de uso dos nomes: trabalho com a sala toda. Identificação do próprio nome: individual. Identificação de outros nomes: sala toda ou pequenos grupos.
Desenvolvimento da atividade

Identificação de situações onde se faz necessário escrever e ler nomes.

Aproveite todas as situações para problematizar a necessidade de escrever nomes.

Situação 1- Recolhendo material. Questione os alunos como se pode fazer para que se saiba a quem pertence cada material. Ouça as sugestões. Distribua etiquetas para os alunos e peça que cada um escreva seu nome na sua presença. Chame atenção para as letras usadas, a direção da escrita, a quantidade de letras, etc.

Situação 2 - Construindo um crachá Questione os alunos como os professores podem fazer para saber o nome de todos os alunos nos primeiros dias de aula. Ajude-os a concluir sobre a função do uso de crachás. Distribua cartões com a escrita do nome de cada um que deverá ser copiado nos crachás. Priorize neste momento a escrita com a letra de imprensa maiúscula (mais fácil de reprodução pelo aluno). Solicite o uso do crachá diariamente.

Situação 3 - Fazendo a chamada Lance para a classe o problema: como podemos fazer para não esquecer quem falta na aula? Observações: todas essas situações e outras têm como objetivo que os alunos recorram à escrita dos nomes como solução para problemas práticos do cotidiano. Identificação do próprio nome Dê para cada aluno um cartão com o nome do aluno. · Apresente uma lista com todos os nomes da classe. Escreva todos os nomes com letra de imprensa maiúscula. Nesse tipo de escrita, é mais fácil para o aluno identificar os limites da letra, o que também deixa a grafia menos complicada. · Peça que localizem na lista da sala o próprio nome. O cartaz com essa lista pode ser grande e ser fixado em local visível. · Peça para cada um montar o próprio nome, usando letras móveis (que podem ser adquiridas ou confeccionadas). · Inicialmente realize esta atividade a partir de um modelo (crachá com o nome) e depois sem modelo, usando o modelo para conferir a escrita produzida. Identificação de outros nomes da classe Apresente uma lista com os nomes das crianças da classe. Cada aluno poderá receber uma lista impressa ou colocar na classe uma lista grande confeccionada em papel craft. Você poderá, também, usar as duas listas: as individuais e a coletiva.

Atividade 1- Ditado Dite um nome da lista. Cada aluno deverá encontrá-lo na lista que tem em mãos e circulá-lo. Em seguida, peça a um aluno que escreva aquele nome na lousa. Peça aos alunos que confiram se circularam o nome certo. Para que essa atividade seja possível a todos é importante fornecer algumas ajudas. Diga a letra inicial e final, por exemplo.

Atividade 2 - Fazendo a chamada Entregue a lista de chamada dos alunos da sala. Peça que as crianças digam os nomes dos alunos ausentes e que circulem esses nomes. Siga as mesmas orientações da atividade 1, no tocante às ajudas necessárias para a realização da tarefa. Atividade 3 - Separando nomes de meninas e meninos Apresente a lista da chamada da classe. Peça para os alunos separarem em duas colunas: nomes das meninas e nomes dos meninos. Observação: em todas estas atividades é importante chamar a atenção para a ordem alfabética utilizada nas listas. Este conhecimento: nomeação das letras do alfabeto é importante para ajudar o aluno a buscar a letra que necessita para escrever. Em geral as crianças chegam à escola sabendo "dizer" o alfabeto, ainda que não associando o nome da letra aos seus traçados. Aproveite esse conhecimento para que possam fazer a relação entre o nome da letra e o respectivo traçado. Avaliação

É importante observar e registrar os avanços dos alunos na aquisição do próprio nome e no reconhecimento dos outros nomes. Tratando-se de uma informação social - a escrita dos nomes -, é preciso observar se os alunos fazem uso dessa informação para escrever outras palavras. A escrita dos nomes é uma informação social, porque é uma aprendizagem não escolar. Dependendo da classe social de origem do aluno, ele já entra na escola com este conhecimento: como se escreve o próprio nome e quais as situações sociais em que se usa a escrita do nome. Para alunos que não tiveram acesso a essa informação a escola deve cumprir esse papel. Sugerimos uma planilha de observação de nove colunas, contendo os seguintes campos:

1. Nome do aluno

2. Escreve sem modelo?

3. Usa grafias convencionais?

4. Utiliza a ordem das letras?

5. Conhece os nomes das letras?

6. Reconhece outros nomes da classe?

7. Escreve outros nomes sem modelo?

8. Utiliza as letras convencio-nais na escrita dos nomes?

9. Utiliza o conhecimento sobre os nomes para escrever outras palavras?
Observação: A partir do registro na planilha acima é possível ter uma visão das necessidades de investimento com cada aluno e também das necessidades coletivas de trabalho com a classe. Atividades complementares · Pesquisa sobre a origem do nome (pesquisa com os familiares) · Análise de fotos antigas e atuais da criança. · Montagem de uma linha do tempo do aluno a partir das fotos trazidas.

Bibliografia

Tolchinsky, Liliana . 1998 . Aprendizagem da Linguagem escrita. Editora Ática. Teberosky, Ana. 1994. Aprendendo e escrever. Editora Ática. 1990. Psicopedagogia da Linguagem escrita. Editora Unicamp 1990. Reflexões sobre o ensino da leitura e da escrita.Editora Unicamp. Ferreiro, E & Teberosky A. 1984. Psicogênese da língua escrita. Artes Médicas. Curto,

L&Morilllo, M&Teixidó, M -Escrever e ler - volumes 1 e 2. Artes Médicas


ATIVIDADE RETIRADA DO SITE DA REVISTA NOVA ESCOLA

23 carinhos recebidos:

Emanoela disse...

Oi Marcia ! Adorei o post sobre o ensino do nome próprio. Vc está de párabéns . Eu ñ sei se já te convidei p/ visitar o meu bloguinho . Se convidei ,ñ tem importancia . Convido novamente.rsrs
O endereço é: ensinandocomamor.blogspot.com

22 de fevereiro de 2008 13:14
Anônimo disse...

Olá meninas!!!
Com certeza esse projeto de nomes próprios dá certo... eu sempre utilizo essas aulas e eles adoram. De um jeito lúdico e divertido eles aprendem o próprio nome e o nome dos colegas, e com isso, podem construir novas palavras.
Beijos pra todas!

23 de fevereiro de 2008 20:25
Anônimo disse...

parabéns ... precisamos sempre contagiar este pais pela paixão de ensinar e apreender continue semeando e com certeza seus frutos serão maravilhosos
abraços flávia fernanda

3 de março de 2008 20:17
Anônimo disse...

Adorei o seu blog!
Trabalho com alfabetização e suas dicas servem como auxilio.

24 de março de 2008 17:58
karolinebecker disse...

Olá profa Marcia, adorei seu blog, bom sou professora de primeira viagem e estou meia perdida e este projeto esta me ajudando um pouco sobre projeto principalmente em alfabetização!!!!Espero encontrar muito mais coisas!!!Parábens!!!

Tudo de bom!!! Karoline

19 de maio de 2008 16:19
Anônimo disse...

Obrigada professora, me ajudou muito esse seu projeto, estava sem nenhuma idéia para um trablho da faculdade. Tem coisas que são necessárias mais que conhecimento, mas criatividade!
Abraço
Nana

19 de junho de 2008 21:55
Anônimo disse...

Obrigada professora,me ajudou muito esse seu projeto,pois tinha iniciado mas não sabia como dar continuidade.Pois trabalho com sala de apoio,e este me foi de grande importância.
Abraços e parabéns........

16 de fevereiro de 2009 19:54
Anônimo disse...

Oi professora Márcia, adorei seu blog...Estou fazendo um trabalho pra facul e gostaria que me ajudasse.
Tenho que fazer uma Fundamentação Teórica sobre: "A importância de se trabalhar com o nome próprio na alfabetização" e gostaria mto que me ajudasse.
Agredeço desde já. Sucesso e até +

1 de março de 2009 20:55
Anônimo disse...

Oi professora Marcia adorei seu blog estou trabalhando o projeto EU MEU CORPO MINHA HISTÓRIA e gostei das suas dicas se tiver mais alguma coisa agradeço.
9 de março de 2009.

9 de março de 2009 19:07
Anônimo disse...

Oi Marcia, me encantei com seu blog, entrei este ano na educação, tenho buscado muitas informações de como alfabetizar, más confesso que fico meio perdida, sei o que é p fazer más as vezes não sei como fazer. vc está de parabéns suas contribuições vão me ajudar muito, obrigada e um abraço carinhoso!!! FABRICIA

13 de março de 2009 20:28
Anônimo disse...

Oi Marcia, amei seu blog. Sou professora alfabetizadora e estou precisando de um projeto de alfabetização a ser trabalhado durante todo o ano. Se vc tiver por favor me envie por e mail. Ana Paula
ana-paulamoem@hotmail.com ou anna_paullamoema@yahoo.com.br

21 de março de 2009 11:24
cristiene disse...

Adorei este blog,idéias legais...

9 de junho de 2009 13:00
Anônimo disse...

parabens muito legal as atividades propostas, muitas das vezes não se tem tais habilidades para trabalhar com os nomes .

27 de agosto de 2009 11:01
PROFESSORA THELMA YARA disse...

oi Márcia!!!!! achei seu blog super interessante e muito bem organizado!!!! depois que descobri visito ele constantemente!! criei um blog tbm somente para educaçao infantil mas ainda estou engatinhando nesse mundo dos blogs rssss alias estou um pouco perdida rsss mas tudo okk!! vc está de parabéns.

23 de janeiro de 2010 16:53
ana lucia disse...

achei tudo muito liniiiiiiindo! sou professora de educação infantil, entrei recentemente para o time, gostaria de receber muitas dicas suas...abraço! alu_bc@hotmail.com

31 de março de 2010 23:32
Eliane Reis disse...

Parabéns adorei seu projeto e com sua autorização minhas professoras do primeiro ano querem implantar seu projeto aqui na minha escola. Obrigada

25 de agosto de 2010 16:13
Profe Márcia disse...

NOSSA QUE HONRA ELIANE, TODOS OS PROJETOS DESTE BLOG ESTÃO DISPONÍVEIS PARA SEREM UTILIZADOS NAS ESCOLAS. NÃO ESQUECE DE VOLTAR E CONTAR O QUE FOI ACRESCENTADO E COMO AS CRIANÇAS RESPONDERAM, DESTA FORMA AJUDAMOS OUTRAS COLEGAS QUE IRÃO APROVEITAR ESTE TEMA.
ESTE PROEJETO NÃO FOI ELABORADO PORMIM, CONFORME A FONTE, ELE É DA REVISTA NOVA ESCOLA, EU APENAS APLIQUEI NOS MEUS ALUNOS, COM ALUGUMAS MODIFICAÇÕES É CLARO. BJÃO

26 de agosto de 2010 21:20
Anônimo disse...

Olá Marcia visitei seu blog por duas vezes e acho que agora vou visitar constantemente pois comecei a trabalhar como professora agora recetemente e vou necessitar muito do seu blog voce está de parabens continue assim ,com toda essa inteligencia e sabedoria obrigada

cida

20 de fevereiro de 2012 17:13
Anônimo disse...

Amei, me ajudou muito, pois comecei a trabalhar agora com alfabetização , antes trabalhava com 5º Ano. Estou amando trabalhar com alfabetização, ainda mais com ajuda e acompanhamento do seu blog.Obrigada. q DEUS a abençoe e q você continue com essa sabedoria e querendo a compartilhar conosco professores das séries inicias. Mais uma vez obrigada. Selma

28 de fevereiro de 2012 19:26
Anônimo disse...

Amei o seu blog.Parabéns.O nosso país precisa de educadores como vc apaixonada pela educação.

10 de julho de 2012 12:10
San disse...

Muito obrigada pela oportunidade de entrar em contato com um material tão rico para quem está estudando pedagogia...
Parabéns!!!

23 de setembro de 2012 20:19
Cíntia Soares disse...

Olá, a pouco tempo criei um blog sobre alfabetização, mas com um olhar sobre a prática docente. Você encontrará partilhas, atividades e vídeos... passa lá...http://alfabetizacaofazendoeaprendendo.blogspot.com.br/

18 de novembro de 2012 00:44
Anônimo disse...

Obrigada, eu!
Estamos fazendo um trabalho para conclusão do semestre! As idéias foram de muita valia para despertar o nosso entendimento, nas atividades com o nome próprio.
Um Bom Natal a todos e Um Ano Novo cheios de esperança, pois a educação precisa sair do papel. Bom trabalho pessoal!

14 de dezembro de 2012 15:50

Postar um comentário

Este blog foi criado para trocar ideias e compartilhar saberes.
Que bom que você chegou aqui e vai deixar seu comentário.
ADOREI A SUA VISITA!!